Energia solar heliotérmica

A busca por fontes alternativas de energia tem crescido consideravelmente nos últimos anos. E, para isso, há várias opções no mercado, como, por exemplo, a energia solar heliotérmica.

Com a crise hídrica no país aumentando todos os anos no período de seca, não é à toa que a população brasileira tem se preocupado com a questão da energia.

Principalmente com os níveis baixos de água nos reservatórios que trazem à tona a temida bandeira vermelha na conta de energia, assim não dá, né?

Hoje explicaremos um pouco sobre a energia solar heliotérmica, então fique ligado!

Energia solar direta e indireta

Vamos lá, sente-se confortavelmente e respire fundo. A explicação pode parecer um pouco confusa no início, mas não se preocupe, é bem simples de se entender.

Primeiro, é importante saber que existem dois tipos de energia solar: a direta e a indireta. Você deve estar se perguntando, como funciona a energia solar indireta?

É aquela que usamos em várias outras fontes energéticas, como, por exemplo, as hidrelétricas. Ou seja, para que nós tenhamos uma hidrelétrica em seu pleno funcionamento, é necessário um rio, e para esse rio ter um bom volume de água, é preciso de chuva (dinâmica atmosférica).

Essa dinâmica vem através do sol, bem como a biomassa, onde as plantas são necessárias para realizar a fotossíntese, logo, precisa da luz solar.

Já a energia solar direta é aquela captada pelos objetos criados diretamente para receptividade da luz, para transformá-la em energia elétrica, como a fotovoltaica, a título de exemplo.

Então, o que é a energia solar heliotérmica?

É uma fonte de energia alternativa, limpa e econômica. Energia solar heliotérmica é o nome técnico para a energia termossolar. 

Termossolar, para quem não conhece, envolve a luz do sol e a temperatura. 

Esse é justamente o diferencial dessa tecnologia em relação aos sistemas mais conhecidos de energia solar, onde a luz do sol é captada através de painéis fotovoltaicos.

Como funciona a energia solar heliotérmica?

Aqui, a geração de energia elétrica é indireta, pois o que se aproveita não apenas a energia solar propriamente dita, mas sim o calor do sol.

Os raios solares são captados por meio de espelhos, que concentram calor em um ponto, utilizando receptores. Nesse ponto há um fluido térmico que é aquecido e, na sequência, a água armazenada evapora e movimenta turbinas, acionando um gerador de energia elétrica.

Parece complicado, mas é um processo simples de transformação de energia mecânica em energia elétrica, comumente aplicado em usinas termelétricas.

Benefícios da energia solar heliotérmica

A principal vantagem do uso da energia heliotérmica é, sem dúvida, a responsabilidade ambiental. Esse é um tipo de energia limpa e renovável que não gera, durante seu processo, emissão de gases poluentes para a atmosfera.

Já explicamos aqui o que é o desenvolvimento sustentável, mas é sempre bom revisar.

O desenvolvimento sustentável é a capacidade do desenvolvimento (social, econômico, tecnológico…) suprir as necessidades da geração atual, sem intervir nas necessidades das gerações futuras.

Ou seja, é o meio de desenvolvimento que busca atender as nossas demandas e necessidades sem que se esgote os recursos naturais, como a água, ar limpo, solo sem contaminação, e por aí vai.

Como a energia solar utiliza a radiação solar como fonte, é uma energia segura e sustentável, e isso ocorre no caso da energia solar heliotérmica também.

Região do cinturão solar

Os melhores locais para instalação de usinas heliotérmicas são regiões que possuam condições com poucas presenças de nuvens ao longo do ano. Além disso, precisam de altos níveis de radiação solar. 

Aqui no Brasil, temos a região do “cinturão solar”. O cinturão solar delimita uma área que vai do Nordeste ao Pantanal na qual as melhores taxas de irradiação solar se encontram entre o sertão da Bahia e parte de Minas Gerais.

Essa delimitação incentiva os investidores a implementarem mais projetos de energia solar, agora com uma base mais confiável de evidências. 

Principalmente se falando em energia solar heliotérmica.

A título de curiosidade, no Brasil existem usinas heliotérmicas para pesquisa, são elas:

Smile I – Localizada na cidade de Pirassununga no estado de São Paulo com capacidade de geração de 100 kw.

Usina Solar CEFET – instalada em Belo Horizonte no estado de Minas Gerais, utilizada sobretudo para pesquisa e trabalhos em desenvolvimento

Smile II – Fica localizada em Caiçara do Rio do Vento no estado do Rio Grande do Norte. Terá capacidade para geração de 100 kw. 

Usina Heliotérmica de Petrolina – Fica em Petrolina, no Pernambuco, e terá capacidade para gerar 1 MW.

O sistema fotovoltaico ainda é o mais indicado para geração de energia elétrica com a utilização da luz solar, mas é nosso dever manter você informado de todas as fontes de energias renováveis.

Outras Publicações

Energia solar para empresas - SUNO SOLAR

Energia solar para empresas

A escolha por energia solar para empresas está aumentando cada vez mais. Energia solar é um recurso renovável que pode ser usado para manter uma